Classificação das Técnicas de Judô

No Judô, a Classificação Tradicional das Técnicas é subdividida em três grupos:

  1. Nage-waza
  2. Katame-waza
  3. Atemi-waza

É importante saber que Waza significa técnica e o atleta que executa a técnica é denominado Tori e aquele que sofre a ação, Uke. Não confundir a pronúncia de Uke com Uki, de Uki Goshi, que significa flutuar.

  1. Nage-Waza (Técnicas de Projeção) dividem-se em:
    • Tachi-Waza (Técnicas em Pé – 47 Técnicas)

      – Técnicas em que o Tori (quem arremessa) permanece de pé durante a projeção.

      As técnicas de Tachi-Waza caracterizam-se pela parte do corpo predominante na sua execução.

      Assim, divide-se em:

      • Te-Waza (16 Técninas)

        Técnicas de braço ou mão

      • Koshi Waza (10 Técnicas)

        Técnicas de quadril

      • Ashi-Waza (21 Técnicas)

        Técnicas de perna ou pé

    • Sutemi-Waza (Técnicas de Sacrifício – 20 Técnicas)

      – Técnicas em que o Tori projeta-se ao solo para executar a técnica, por isso são denominadas técnicas de sacrifício, pois o Tori sacrifica o seu próprio equilíbrio para fazer a projeção.

      As técnicas de Sutemi-Waza divide-se em:

      • Ma-sutemi-waza (05 Técnicas)

        Projeção para frente.

      • Yoko-sutemi-waza (16 Técnicas)

        Projeção para o lado

  2. O Katame-Waza (Técnicas de Controle) dividi-se em:
    • Osaekomi-waza ou Osae-Waza (10 Técnicas)

      Técnicas de Imobilização

    • Shime-Waza (12 Técnicas)

      Técnicas de Estrangulamento

    • Kansetsu-Waza (10 Técnicas)

      Técnicas de Chave Articular


Classificação Tradicional das Técnicas
Nage-Waza (68 Técnicas de Projeção) Katame-Waza (32 Técnicas de Controle)
Tachi-Waza (47 Técninas em pé) Sutemi-Waza (21 Técnicas de Sacrifício) Ossae-Waza (10) Shime-Waza (12) Kansetsu-Waza (10)
Te-Waza (16) Koshi-Waza (11) Ashi-Waza (21) Mae-Sutemi-Waza (05) Yoko-Sutemi-Waza (15)